Curso de tesouro direto online [Aprenda HOJE]

Curso de tesouro direto online [Aprenda HOJE]
5 (100%) 1 vote

Primeiramente, vou te explicar quais são as vantagens de investir no Tesouro direto e porque eu recomendo fortemente a todos que conheço, a compra de títulos públicos do governo como um excelente investimento.

Resolvi primeiramente fazer uma lista para que você possa ter uma visão geral dos principais pontos que eu quero passar para você que vale a pena investir o seu precioso dinheiro nessa modalidade. Eu consegui destacar 4 principais vantagens em investir no Tesouro Direto.

4 principais Vantagens

  1. Segurança
  2. Rentabilidade
  3. Liquidez
  4. Facilidade

Segurança

Os títulos públicos são vendidos pelo governo do país, e tenha certeza que a chance de eles não lhe pagaram é de 99.9%. Vale ressaltar também que o tesouro direto é um investimento considerado conservador, igualmente à poupança, por isso eles são considerados investimentos de baixo risco.

Rentabilidade

Essa é a parte que mais me interessa ( acho que em você também ). Como falei anteriormente, o tesouro direto é um investimento conservador, mas que consegue dispor de uma rentabilidade bem interessante.

Vamos a um exemplo, hoje 07/12/2015, caso você invista 10.000 reais no título público LTN pré fixado para vencimento em 01/01/2018, você receberá 12.942,74 reais , já descontados todas as taxas e impostos. O seu retorno vai ser de 13,34% ao ano ou 1.11% ao mês.

Liquidez

A Liquidez do programa do Tesouro Direto permite que você possa vender a qualquer hora os títulos públicos que você tenha comprado, ou seja, o próprio governo faz a recompra diariamente caso você queira vender antecipadamente caso esteja precisando do dinheiro.

Vale lembrar que ao vender seus títulos públicos antecipadamente, dependendo de como está a economia do país, você tanto pode ter lucro como também pode ter prejuízo, isso irá depender de como estão as taxas de rentabilidade no dia que você quer resgatar o seu dinheiro.

Facilidade

Talvez essa seja o principal ponto e o mais desconhecido de todas as pessoas. Vejo na internet que muita gente acha difícil investir no tesouro direto, isso acontece porque elas não conhecem como funciona o processo e o quão facil é, talvez elas estejam acostumadas à poupança onde você coloca o dinheiro no banco e os rendimentos caem automaticamente, mas como falei, a poupança não tem rendimentos atrativos.

Conheça mais a facilidade do programa nesse pequeno artigo : Como Investir no Tesouro Direto e aprenda todo o passo a passo que você precisa para comprar títulos públicos do governo.

Dica: Você também pode optar por um treinamento em vídeo, criado especialmente para pessoas que não possuem qualquer noção e que se sentem um pouco inseguras para começar nesse tipo de investimento.

Nesse artigo você vai aprender a Como investir no Tesouro Direto. Vamos te explicar todos os Passos para que você se sinta seguro de investir o seu dinheiro nos títulos públicos do governo federal.

Ps: Você prefere assistir a um video explicando como investir no tesouro direto? O Rafael Seabra, o criador do curso Tesouro Direto Descomplicado, gravou uma super video aula mostrando o passo a passo de como é investir no tesouro direto na prática. Clique aqui para assistir a aula

Bom, se você prefere ler do que assistir a um video, vamos então o que interessa. Abaixo, eu dividi em pequenos passos para ficar mais fácil o seu entendimento.

Resumão de Como investir no Tesouro Direto

  1. Conta Corrente
  2. Escolher e se cadastrar em uma Corretora
  3. Depositar o dinheiro na conta da Corretora
  4. Escolher e comprar o Titulo público

Bom, agora vamos detalhar e tirar suas dúvidas sobre os tópicos citados acima.

1 – Conta corrente

Sim, é obrigatório você possuir conta corrente em algum banco, isso porque para você comprar um título público, você precisa comprar através de uma corretora, então você precisa transferir o dinheiro da sua conta para a conta da corretora, e só então você poderá comprar os títulos públicos através de seu saldo que você possui na plataforma da corretora.

2 – Corretora

Bom, como já falei no primeiro tópico, você precisa escolher uma. Enquanto eu não elaboro um artigo falando sobre as corretora habilitadas, você pode ver a lista de todas elas clicando aqui.

Após você escolher, você deverá fazer uma cadastro um pouquinho chato, pois você deverá enviar fotos de alguns documentos e também responder algumas questões sobre a sua vida financeira.

3 – Depósito ( Transferência )

Todas as compras de títulos públicos serão efetuadas com intermédio de sua corretora, portanto, você deve fazer uma transferência do valor que você deseja para a conta da corretora. Vale lembrar que elas não aceitam depósitos, apenas transferência diretamente de sua conta.

Após fazer a transferência, acesse a plataforma da sua corretora e você verá o seu saldo ( o mesmo que você depositou ) .

4 – Compra do título

Diretamente da plataforma de sua corretora, você pode escolher o título público que deseja e efetuar a compra.

Eu sei que para você que ainda é iniciante e conhece pouco sobre o assunto pode parecer um pouco complicado, mas tenho certeza qualquer pessoa pode sim se familiarizar rapidamente com todos esses passos de compra e venda de títulos públicos.

Dica: Algumas pessoas me perguntam se eu posso ajudá-las individualmente a investir no tesouro direto, inclusive algumas até me oferecem uma boa quantia, mas eu prefiro recomendar a elas o Curso do Tesouro Direto Descomplicado, criado pelo Rafael Seabra, que é um blogueiro bem conhecido na área da finanças.

Dica 2 : Eu preparei um artigo especial que vai te ajudar a como escolher o melhor titulo público para você, nele eu falo sobre os tipos e as rentabilidades de cada um e como você deve escolher de acordo com as suas necessidades, acesse e leia agora > Rentabilidade e Tipos de Títulos públicos

Vale a pena investir no tesouro direto? É bom mesmo?

Será que ainda vale a pena investir no tesouro direto em 2017? É um bom investimento mesmo com as recentes quedas nas taxas de juros? Saiba nesse artigo com anda a rentabilidade dos títulos nacionais.

Sim! Vale a pena investir

Não é atoa que  a cada ano esse investimento se torna ainda mais popular, atraindo milhares de novos pequenos investidores aqui no Brasil.

Em janeiro de 2017 alcançou o um valor bem significante, suas aplicações totalizaram em torno de  R$ 2,47 bilhões de reais. Além desse número, também foi registrado um aumento de 21.632 pessoas cadastradas no sistema, chegando a um total de 1.198.803 inscritos no programa de títulos públicos do governo.

Tesouro direto É BOM, mas é preciso ter cuidado

Isso mesmo, é muito bom,mas apesar do tesouro direto ser um investimento altamente conservador (baixíssimo risco), alguns tipos de ações podem te fazer a perder dinheiro na aplicação.

Por isso, o maior cuidado que você deseja ter ao investir no seu dinheiro no tesouro direto, como em qualquer outro tipo de investimento, é estratégia e planejamento.

 

Por exemplo, se você compra um título público prefixado, a sua rentabilidade está garantida apenas se você aguardar até o final do “contrato”, assim você receberá todo o juros que foi proposto na compra.

Agora, se você compra um prefixado que vai vencer em 2020, acontece um imprevisto e tem que vendê-lo em 2019, você PODE OU NÃO, perder dinheiro ( no sentido de deixar de ganhar dinheiro ), dependerá muito do mercado atual.

Você pode conferir mais dados sobre os títulos públicos nacionais na página oficial do governo: Balanço e estatísticas

 

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here